O Brasil é o quarto país com maior número de acidentes do mundo. Entre 2014 e 2018 foram registrados 1,8 milhão de afastamentos e 6,2 mil óbitos.

Esses números chamam bastante atenção, afinal, a legislação de segurança do trabalho brasileira é uma das mais avançadas do mundo.

Outro ponto que só aumenta esse contraste é o fato de termos um mercado bastante aquecido e que está sempre se renovando, criando soluções de segurança cada vez mais modernas e seguras.

E é justamente nesse cenário que este texto é importante para você, profissional de segurança do trabalho. Hoje traremos uma série de dicas para que você esteja atualizado.

DICAS PARA MELHORAR A PRÁTICA DO PROFISSIONAL DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Sem mais mistério, vamos às 5 dicas de gestão que todo profissional de segurança do trabalho deve implementar em sua prática:

#1 ESTEJA SEMPRE ESTUDANDO

Sejam as leis ou as boas práticas em segurança do trabalho, há novidade o tempo todo. Esse é um dos motivos pelos quais você tem que estar lendo com frequência.

Aproveitamos a oportunidade para te convidar a acompanhar nosso blog, estamos sempre atualizados com as novidades e procuramos trazer uma leitura simples e rica.

Em qualquer área tão mutável quanto a nossa, é importante reservar um tempinho semanalmente para acompanhar as novas publicações.

Diversos produtores especializados em segurança do trabalho processam os dados mais técnicos e lançam textos de blog – como este – e vídeos discutindo os impactos dessas novidades no mercado e no dia a dia dos trabalhadores.

Claro, é importantíssimo ir até o texto base da atualização de uma Norma Regulamentadora (NR), por exemplo, e tirar as próprias conclusões.

Mas independente das suas fontes, saiba que todo bom profissional está sempre procurando se atualizar e reciclar os seus conhecimentos.

Afinal, você acredita que as técnicas de segurança são as mesmas da época da revolução industrial?

#2 DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL: SE DESTAQUE

Essa conversa de atualização nos leva ao segundo ponto: procure se especializar no campo de atuação que você está inserido atualmente ou que mais se identifica.

Essa atitude mostra que você é alguém com capacidade de acompanhar as novas tendências em segurança do trabalho e estar à frente de mudanças mais drásticas.

Isso te dá um enorme destaque profissional, afinal, existem diversos trabalhadores que estão presos em sua zona de conforto. Tenha certeza de que você não é mais um deles.

Além disso, especialistas podem cobrar mais pelo próprio serviço, em outras palavras, investir na própria educação é uma excelente forma de conquistar um futuro de sucesso – e não só na área de segurança.

O desenvolvimento profissional e estar sempre se atualizando são as características combo dos profissionais do futuro.

#3 CULTURA DE FATOS E DADOS

Uma tendência que está chegando em todas as áreas do mercado de trabalho é a cultura de fatos e dados. Mas o que isso quer dizer?

Uma empresa moderna está preocupada em gerar dados e indicadores sobre absolutamente tudo o que acontece dentro da companhia. Afinal, esta é a melhor forma de gerir.

Com a segurança do trabalho não poderia ser diferente. Quando pensamos em dados desta área, estamos falando sobre número de causa de acidentes, quais são os EPIs necessários, o valor desses equipamentos, o tempo médio de uso até precisar ser substituído, etc.

São diversos dados que podem ser levantados da prática diária e que servem de base para tomada de decisão.

Por exemplo, um técnico em segurança do trabalho pode usar alguns dos dados que comentamos acima para melhorar o nível de proteção dos trabalhadores gastando menos.

Esse é o tipo de atitude que ganha relevância, já que une o útil (maior nível de proteção) ao agradável (EPIs mais baratos).

#4 SEJA A MUDANÇA

Essa talvez seja a dica mais difícil deste texto. Lembra que dissemos que existem diversos trabalhadores em sua zona de conforto? Esses serão os mais complexos de lidar neste momento.

A segurança do trabalho está em constante mudança, mas para que estas sejam efetivas, os profissionais devem mudar junto.

Nesse momento, aqueles que estão sempre se atualizando são responsáveis por trazer a empresa as inovações que surgirem.

Contudo, ser esse agente transformador não será uma tarefa fácil. É necessário provar a efetividade das novas práticas e combater aqueles que resistirão a implementação dessas.

Prepare-se para horas de estudo, mas que certamente valerão a pena já que as novas práticas costumam trazer resultados visíveis que te ajudarão a se destacar.

#5 SEJA O EXEMPLO

Com o tempo dividindo o mesmo ambiente de trabalho, é comum que as pessoas virem amigas e um pouco do profissionalismo dê espaço para uma “camaradagem”.

Apesar desse processo natural e saudável, é importante salientar que “camaradagem” não é o mesmo que ser permissivo.

Sendo assim, as condutas de segurança não devem ser dobradas ou ignoradas, não importa a posição na hierarquia na qual este indivíduo se encontra.

Outro ponto é que, com o tempo, os próprios profissionais que deveriam estar garantindo a segurança do espaço acabam relaxando. Esse é um problema ainda maior, uma vez que o profissional sequer é exemplo do que defende.

Sendo assim, ser uma boa referência é chave para cultivar a cultura da segurança de forma efetiva.

PRONTO PARA APLICAR ESSAS DICAS?

Essas dicas são somente a superfície de uma série de condutas que podem ser aplicadas no dia a dia de um profissional de segurança do trabalho.

Como conseguir as outras dicas? Continue estudando e não deixe de acompanhar o nosso blog, estamos sempre publicando novidades e outros textos reflexivos como esse.

Fonte: danny

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *