O vigia é responsável por supervisionar o trabalho realizado em espaços confinados, identificando possíveis problemas e riscos.

A Norma Regulamentadora nº 33 deixa claro que um espaço confinado é qualquer área ou ambiente que não foi desenvolvido para ser ocupado por pessoas com muita frequência, por ser um local de ventilação insuficiente e bastante restrito para entrada e saída.

Os trabalhos em espaços confinados devem ser executados com a presença de um vigia para que ele possa supervisionar a atividade e identificar riscos iminentes. Sendo assim, este profissional tem como principal responsabilidade realizar salvamentos e ações emergenciais, caso haja a necessidade de abandonar o local.

O vigia precisa estar extremamente focado em sua função, para não comprometer suas tarefas que são monitorar e proteger os trabalhadores. Conheça mais um pouco do trabalho realizado por esse importante profissional:

8 principais deveres dos vigias em espaços confinados

  • Saber exatamente o limite de ocupação do espaço confinado;
  • Ter conhecimento de quantos trabalhadores estão dentro do local;
  • Garantir que todos saiam do espaço confinado ao final das atividades;
  • Sempre ficar posicionado na entrada do espaço;
  • Entender quais são os riscos e medidas a serem tomadas para garantir a segurança dos trabalhadores;
  • Saber aplicar corretamente os procedimentos de emergência, providenciando o resgate se for preciso;
  • Saber reconhecer possíveis riscos e más condições de trabalho, para que seja possível realizar a evacuação imediata do local;
  • Possuir boa comunicação com os trabalhadores.

É muito importante entender que, além da presença do vigia, é necessário a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados para esse tipo de função, garantindo a segurança dos trabalhadores durante a execução da tarefa.

Fonte: tuiuti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *